Pesquisa como Direito

Congratulations! This Entry has been selected as a winner.

Pesquisa como Direito: Palmap, um app para pesquisa direcionada à transformação de comunidades.

Fortaleza, BrasilFortaleza, Brasil
Ano em que foi fundado:
2013
Tipo de organização: 
Sem fins lucrativos / ONG/ Setor Civil
Estágio do Projeto:
Crescimento
Orçamento: 
$50,000 - $100,000
Scaling strategies launched within the past 6 months:
Crescimento organizacional
Treinamento, consultas
Resumo do projeto
Pitch de Elevador (Explicação curta e direta)

Resumo conciso: Ajude-nos a lançar esta solução! Forneça uma explicação dentro de 3-4 frases curtas.

PalMap – aplicativo para pesquisa direcionada à transformação de comunidades carentes. Facilita a geração de dados para aumentar o impacto dos agentes de transformacao local (ONGs, empresas, moradores). Mobilizamos comunidades para realizar Pesquisa-Acão Participativa atraves do nosso aplicativo.

E SE... - Inspiração: Escreva uma frase que descreve uma forma que seu projeto se atreve a perguntar: "E SE?"

E se milhares de favelas no Brasil pudessem levantar dados, coletar informações ou inclusive realizar pesquisa, apenas utilizando o celular, como se multiplicaria a capacidadde delas para produzir soluções locais e acabar com o preconceito que sofrem.
SOBRE O PROJETO

Problema: Este projeto busca solucionar qual problema?

O Amplo desconhecimento sobre a vida na periferia, provoca a falta de atendimento das necessidades básicas (desigualdade, pobreza). Por outro lado tem instituições e agentes de mudança (governos, ONGs, empresas, associações, empreendedores etc) com a capacidade para mudar essa situação. Porem elas não tem acesso a informações relevantes e confiáveis sobre as necessidades e menos ainda sobre o potencial (ativos, capital humano)dessas comunidades.

Solução: Qual é a solução proposta? Por favor, seja específico!

Disponibilizar ferramentas (PalMap) para as comunidades produzirem dados que permitam o desenvolvimento de soluções locais e criação de parcerias estratégicas (poder público, fundações, empresas etc). Mobilizar comunidades para realizar Pesquisa-Acão (metodologias desenvolvidas com o Colab/MIT e Rede Conhecimento Social), utilizando o app PalMap, desenvolvido no Palmaslab. A coleta de dados é feita no app (sem precisar de internet) incluindo visualização de dados brutos, gráficos e mapas. Outras iniciativas de pesquisa ignoram o valor da periferia para geração de dados e produção de informação. Nós buscamos colocar a comunidade como protagonista do processo, empoderando através da realização de pesquisas e gerando dados abertos á população.

Prêmios

Desafio NEXSO / FOMIN / BID – Palmaslab ganha desafio en inovación social da plataforma Nexso. Idéia transformadora para America Latina (2013), sem compensação economica.
Impact: How does it Work

Exemplo: Compartilhe um exemplo específico de como essa solução faz a diferença, inclua situações práticas.

Associação Cearense de Combate a Corrupção e Impunidade, atraves de voluntários realiza um trabalho de auditoria, controle e denuncia de más praticas publicas sem nenhum tipo de ferramenta de TI que ajude a sistematizar toda a informação gerada pela organização. O que dificulta a articulação de denuncias, a realização do controle, sistematização e compartilhamento de dados. A partir de outubro de 2016, vão utilizar o PalMap na Auditoria Civica da Saude, para monitorar a qualidade do serviço nos Postos de Saude em diversos municipios do Ceara, via Palmap vão coletar informações sobre tempo de espera, acesso a remedios etc, a informação coletada sera compartilhada na plataforma (palmap.social/public), multiplicando o impacto da campanha.

Impacto: Qual tem sido o impacto do seu trabalho até hoje? Descreva também o impacto esperado para o futuro do projeto.

Plataforma de pesquisa PalMap esta em processo constante de uso e desenvolvimento ha 2 anos. Sendo que várias pesquisas já foram realizadas utilizando a mesma plataforma, nos municipios de Fortaleza, Rio de Janeiro e Porto Alegre, junto aos bancos comunitarios da região. O manual de pesquisa ação participativa para desenho, planejamento, implementação e analise já foi desenvolvido junto com equipe de Colab/MIT. Tanto PalMap como o manual de pesquisa ação já esta sendo utilizado e testado principalmente no Conjunto Palmeiras com o Banco Palmas, Atraves de pesquisas realizadas no Conjunto Palmeiras (palmap.social/public) em Fortaleza, ja surgiram ideias e projetos (soluções locais) como PalmasNet (iniciativas de internet comunitário) e Aplicativos Humanos (Campanha para o desenvolvimento de aplicativos pela defensa dos direitos humanos, o celular como ferramenta de defesa dos DH)

Estratégias de Expansão: Avançando o projeto, quais são as principais estratégias para ampliar o seu impacto?

O uso de PalMap nas 150 comunidades onde existem bancos comunitários (Até final de 2018), em 90 municípios do Brasil. Cada comunidade tem em média 30.000 pessoas que serão impactadas pelas pesquisas, totalizando em 4.500.000 pessoas. As pesquisas serão voltadas para problemas sociais destas comunidades e seus resultados levarão a comunidade a se mobilizar em busca de soluções. É esperado que pelo menos 2 demandas locais em cada comunidade sejam superadas com o uso do PalMap. Rede Conhecimento Social vai começar a utilizar o PalMap nos projetos de PerguntAção realizados em escolas no Brasil.
Sustentabilidade
Financiamento: Como o seu projeto está sendo apoiado financeiramente?: 
doações individuais ou presentes - 20%
subsídio de fundação ou ONG - 20%
editais ou contratos com o governo - 30%
salário (proveniente de vendas, licenciamento, franchising, consultoria, financiamento, etc.) - 30%

Plano de Sustentabilidade Financeira: Qual é o plano para garantir a sustentabilidade financeira do projeto?

A produção de dados e pesquisas pode se tornar uma importante fonte de geração de renda nas comunidades. Para viabilizar a manutenção da plataforma PalMap a longo prazo, pretendemos transformar este projeto em um plano de negócio que monetiza o fornecimento de dados e serviços de pesquisa locais para empresas, governos, fundações que tem como publico alvo as comunidades apropriadas da ferramenta e das metodologias.

Mercado ou Setor: Quais projetos ou organizações estão solucionando o mesmo problema que você e como essas propostas diferem da sua?

Para nós existe uma grande referência que é a Data Favela, que enfrenta diretamente o desafio da desinformação e o preconceito, produzindo informação e pesquisa de qualidade nas favelas. Plano CDE e Data Popular fornecem dados para empresas que buscam explorar o consumo das classes C, D e E. Nem Data Favela nem Plano CDE ou Data Popular olham para a pesquisa pelo seu poder de mobilização e empoderamento local (pesquisa participativa), ou de criação e identificação de soluções locais (pesquisa ação). O PalMap busca explorar isso e traduzir as as percepções da comunidade em dados abertos.
Equipe

História de fundação

Instituto Banco Palmas, com base no bairro Conjunto Palmeiras de Fortaleza, é uma organização focada na inclusão sócio-econômica de bairros de baixa renda. Instituição de referência no Brasil em inclusão financeira. O primeiro banco comunitário do Brasil. Hoje tem mais de 100 Bancos Comunitários no pais. Em 2013, o Intituto Banco Palmas cria o Palmaslab, um laboratório de Inovação e Pesquisa, que tem como objetivo o desenvolvimento de soluções de TI, a formação em TI de jovens da periferia de Fortaleza e a realização de pesquisa à partir da experiência da comunidade. A primeira solução desenvolvida foi PalMap, para atender a necessidade dos Bancos Comunitários de realizar Mapas de Produção e Consumo de forma digital.

Equipe

Dispomos de uma equipe (tempo integral) com as competências chave para desenvolver o projeto: amplo conhecimento da periferia (jovens treinados no palmaslab, e lideranças comunitárias), tecnologia (programadores) e pesquisa comunitária (pesquisadores locais, e parcerias com universidades como MIT e Universidade Federal do Ceara, e Rede Conhecimento Social – spin off do Instituto Paulo Montenegro).
Público Alvo:

Populações marginalizadas, Formuladores de Políticas Públicas, Jovens.

Outros (Por favor, especifique)
Foco de atuação:

Pesquisa e informação, Tecnologias.

Outros (Por favor, especifique)
Inovação: O que faz que seu projeto seja inovador no setor de Direitos Humanos? (600 caracteres ou 100 palavras)

Inovação tecnologica: um app e plataforma para coleta e georeferenciamento de informações (online e offline) para facilitar a geração de dados ate das comunidades mais remotas. A disponibilidade da ferramenta vai permitir que todo tipo de comunidade tenha a capacidade de traduzir perguntas guias em dados concretos que possam ser utilizados para denuncias ao poder publico, reclamação de melhorias na politica publica ou programas sociais, avaliação de impacto de projetos sociais etc.

Atraves da nossa metodologia de pesquisa-ação-participativa estamos espalhando o conceito de pesquisa como direito e fortalecimento dos processo democraticos necessarios para o desenvolvimento sustentavel das comunidades carentes.

Conte-nos sobre as parcerias que apoiam o seu trabalho: (450 caracteres ou 75 palavras)

Halloran Philanthropies deu o capital semente para criar o PalmasLab.
Colab-MIT: Parceiro estrategico na criação de um setor de pesquisa ação participativa (PAR). Desenvolvimento de toolkit PAR.
Secretaria Nacional de Economia Solidária (MTE): Realização de 2 cursos em programação de 400h, e fortalecimento da iniciativa
Ashoka Brazil: Participamos na primeira versão do programa de aceleração Grow2Impact, onde identificamos o potencial da solução de TI PalMap como spinoff de pesquisa do palmaslab.
Brazil Foundation: Coletivo de Mulheres Hackers da Periferia: Construção do papel de protagonista da mulher no desenvolvimento em TI para transformação de comunidades.
Fabrica de Aplicativos: Conteudo para cursos, oficinas, e apoio na realização da campanha Aplicativos Humanos.
Rede Cuca: Atraves do edital Ação Jovem diversas pessoas do Palmaslab desenvolveram ações no Cuca, entre eles: o app Ocupa o CUCA e a campanha Aplicativos Humanos.
Rede Conhecimento Social: spinoff do Instituto Paulo Montenegro, forma equipe na metodologia de PerguntAção. Também vão começar a utilizar o PalMap nos projetos de PerguntAção que eles desenvolvem em escolas de ensino medio em diversos estados do Brasil.

Políticas Públicas: De que modo você está contribuindo ou pensa em contribuir com no âmbito de políticas públicas? (300 caracteres ou 50 palavras)

A nossa plataforma vai permitir ao poder publico o acesso a informações relevantes para ajudar aos formadores de politica publica a terem um conhecimento mais proximo e real das necessidades mais demandadas pela população que tem sido ignorada, principalmente pela falta de informação atual sobre aquelas comunidades.

Novas tendências: Além de seu projeto, que fatores, mudanças ou sucessos você acredita que poderiam ter uma forte influência no avanço dos Direitos Humanos? (600 caracteres ou 100 palavras)

Por conta da limitação de espaço eu vou focar em um fator. O entendimento e uso do celular como ferramenta pela defesa dos Direitos Humanos. Estamos falando de que temos mais celulares do que pessoas no Brazil, e a internet lentamente esta sendo disponibilizado para cada vez uma população maior. Já seja na criação de aplicativos sobre denuncia, divulgação, educação, gamification e outros, existe um gigantesco potencial de impacto via celular que é uma ferramenta viralizada, que consome grande parte do nosso dia a dia.