Promotores Juvenis

Promotores Juvenis

São Paulo, BrasilFortaleza, BrasilSão João do Paraíso, Brasil
Ano em que foi fundado:
2014
Tipo de organização: 
Sem fins lucrativos / ONG/ Setor Civil
Estágio do Projeto:
Estabelecido
Orçamento: 
$50,000 - $100,000
Scaling strategies launched within the past 6 months:
Treinamento, consultas
Outros
Resumo do projeto
Pitch de Elevador (Explicação curta e direta)

Resumo conciso: Ajude-nos a lançar esta solução! Forneça uma explicação dentro de 3-4 frases curtas.

Adolescentes se tornam Promotores de seus Direitos por meio da formação em Teatro Fórum e o Circulo de Cultura.
Aprendem a se proteger e a reivindicar direitos participando em atos do movimento da infância, visitas a espaços de decisões públicas e com apresentações de teatro fórum.

E SE... - Inspiração: Escreva uma frase que descreve uma forma que seu projeto se atreve a perguntar: "E SE?"

E se adolescentes e crianças fossem protagonistas da mudança, para cumprir o ECA no Brasil? ECA - Estatuto da Criança e do Adolescente.
SOBRE O PROJETO

Problema: Este projeto busca solucionar qual problema?

A violência contra crianças e adolescentes nos lares, comunidades e nas ruas é um fenômeno tipicamente urbano e fortemente determinado pelas desigualdades sociais do país. Caracterizada, em sua maioria, pelos assassinatos por armas de fogo, acidentes de trânsito e exploração sexual, a violência em espaços urbanos tem aumentado no Brasil. Uma das violências contra a criança e adolescente é a exploração sexual de crianças e adolescentes.

Solução: Qual é a solução proposta? Por favor, seja específico!

Queremos formar crianças e adolescentes para que se tornem Promotores de seus direitos, utilizando a metodologia lúdica do Teatro Fórum de Augusto Boal e o Círculo de Cultura de Paulo Freire. O resultado é a montagem de uma Peça Teatral onde outras crianças entram em cena para solucionar uma problema sobre violência contra crianças e adolescentes e a circulação da mesma nos espaços públicos da cidade. Em todas elas, o público será convidado a entrar em cena compartilhando suas sugestões para o enfrentamento da exploração sexual infantil na cidade e receberá material informativo sobre a temática, contendo formas de prevenção e denúncia.

Prêmios

Grandes Obras pela Infância - Ministério Público do Ceará
Impact: How does it Work

Exemplo: Compartilhe um exemplo específico de como essa solução faz a diferença, inclua situações práticas.

Na edição realizada em Fortaleza, bairro Barra do Ceará onde há alto grau de exploração sexual de crianças e adolescentes, as crianças e jovens participantes do projeto conseguiram sensibilizar outras crianças sobre situações de risco e vulnerabilidade. Por ex, havia um bar onde crianças e adolescentes recebiam doces dos adultos (em geral homens) para dançar funk pois havia máquina de música. Era uma situação onde meninas eram abordadas para fazer programas. O fato veio a tona nos círculos de cultura do projeto e depois foi encenada na peça. Adultos, lideranças comunitárias e o Conselho Tutelar foi avisado e medidas cabíveis foram tomadas para mudar a situação.

Impacto: Qual tem sido o impacto do seu trabalho até hoje? Descreva também o impacto esperado para o futuro do projeto.

A maior bandeira do Movimento da Infância é o cumprimento do ECA - Estatuto da Criança e do Adolescente, ensinar cidadãos a reivindicar seus direitos de uma maneira propositiva e responsiva é o maior impacto do projeto pois ao fim do processo, crianças e adolescentes e adultos se sentem mais preparados para reivindicar outros direitos. A experiência de assistir uma peça de TO desperta o interesse pela busca de alternativas para resolver problemas cotidianos aproximando a Lei à realidade das pessoas. Em Fortaleza 110 adolescentes participaram do projeto, cerca de 50 passaram a ser reconhecidos como protagonistas do desenvolvimento da comunidade onde vivem, estes também se vincularam com outras lideranças e profissionais da rede de proteção da infância, como conselheiros tutelares e agentes comunitários de saúde. Pelo menos 2.000 pessoas assistiram o espetáculo de Teatro Fórum.

Estratégias de Expansão: Avançando o projeto, quais são as principais estratégias para ampliar o seu impacto?

A Mudança de Cena cria projetos e programas para que sejam copiados, replicados ou que inspirem outras pessoas e organizações. Parte do nosso trabalho de expansão é difundir nosso conhecimento nas nossas redes e parceiros. Contudo para potencializar a difusão promovemos formações em Teatro do Oprimido e Educação Freiriana e apoiamos outras organização a realizarem projetos semelhantes ou que utilizem saberes compartilhados. Outro
Sustentabilidade
Financiamento: Como o seu projeto está sendo apoiado financeiramente?: 
doações individuais ou presentes - 5%
contribuições de corporações - 10%
editais ou contratos com o governo - 85%

Plano de Sustentabilidade Financeira: Qual é o plano para garantir a sustentabilidade financeira do projeto?

O desafio é que ao término do financiamento, o grupo de crianças e jovens estejam suficientemente fortalecidos e grupalizados para aturem de maneira autônoma. Podemos afirmar que os grupos formados de Fortaleza/ 2013 e de São João do Paraíso/2012 permanecem atuando em prol de direitos e utilizando o teatro do oprimido como ferramenta. Os grupos criaram novos propósitos, contudo se mantem unidos pelos vínculos criados. Isto é sustentabilidade.

Mercado ou Setor: Quais projetos ou organizações estão solucionando o mesmo problema que você e como essas propostas diferem da sua?

Todos os educadores sociais, Estado, empresas e as OSCs de Direitos Humanos estão preocupadas com a violência contra crianças e adolescentes no país. Contudo há muito a ser feito, desde de desconstruir preconceitos a desbancar quadrilhas de tráfico de crianças. Contudo entendemos que os parceiros Projeto Meninos e Meninas de Rua de SBC, o Instituto Nova União da Arte e a Novolhar tem trabalhos semelhantes ao nosso por utilizar a arte como forma de empoderar crianças e jovens, além ter a compreensão que a educação entre pares é tão eficaz quanto a educação na relação educador educando.
Equipe

História de fundação

A Mudança de Cena tem por missão a promoção dos Direitos Humanos e da Cidadania Cultural através da educação, das artes e do Teatro do Oprimido, entende o Ser Humano como sujeito criativo, autônomo, produtor de cultura. Em 2001 um grupo de artistas, educadores, outros profissionais e militantes de direitos humanos se reuniram em São Paulo em torno da ideia que a arte é uma poderosa linguagem para transformação social. Hoje a Mudança de Cena é referência na elaboração de projetos e programas educativos e na formação de Teatro do Oprimido. Objetivos Promover através da arte, a Ética, a Paz, a Cidadania e a Democracia; Desenvolver metodologias de Teatro para empoderamento humano Fomentar diálogo intersetorial para promover direitos

Equipe

A Mudança de Cena optou por possuir uma área meio enxuta, deslocando seu foco para o melhor desempenho da área fim e com isto a organização está ajustada a realidade atual dos financiamentos públicos e privados. Sua capacidade técnica está embasada no perfil multidisciplinar dos 15 associados e 5 colaboradores, formado por educadores Frerianos, pesquisadores, psicólogos, sociólogos, jornalistas, curingas do Teatro do Oprimido, atores e artistas.
Público Alvo:

Populações marginalizadas, Formuladores de Políticas Públicas, Jovens.

Outros (Por favor, especifique)

grupos institucionalizados - presos por exemplo.

Foco de atuação:

Conscientização, Parcerias, Educação, Leis.

Outros (Por favor, especifique)

Arte aplicada e Direitos Humanos

Inovação: O que faz que seu projeto seja inovador no setor de Direitos Humanos? (600 caracteres ou 100 palavras)

É um projeto que concilia arte, educação e protagonismo infanto juvenil de forma singela e singular. Ao mesmo tempo é relativamente fácil de ser replicado, difundido, basta compreender que crianças e adolescentes devem ser sujeitos de sua própria história e conhecer um pouco de Teatro do Oprimido. No processo grupal eles contarão suas histórias de violência sofridas e poderão ajudar outros a evitá-las, além de reivindicar seus direitos em espaços de decisão.

Conte-nos sobre as parcerias que apoiam o seu trabalho: (450 caracteres ou 75 palavras)

Por ser uma organização que trabalha em rede para compartilhar e mobilizar recursos, ativos sociais, resultados e ideais, em geral nosso projetos e programas possuem um alto capital intelectual e baixo custo de operacionalização porque são realizado com parceiros e apoiadores. Estabelecemos parcerias para realizar projetos, mobilizando recursos, espaços, conhecimento/ voluntários. Entendemos que parcerias devem ser desenvolvidas de uma simples troca para trabalho conjunto e compartilhado. Por exemplo, em São Paulo, o Promotores Juvenis utiliza a Casa de Cultura da Vila Guilherme como espaço de ensaios e o CICAS para mobilizar mais jovens e fazer eventos. O Conselho Tutelar foi parceiro técnico na formação dos jovens.

Políticas Públicas: De que modo você está contribuindo ou pensa em contribuir com no âmbito de políticas públicas? (300 caracteres ou 50 palavras)

O projeto tem grande influência no aprimoramento das políticas públicas pois a atuação de crianças e jovens no teatro fórum e em eventos de promoção de direitos endereça de forma objetiva qual o problema do oprimido se quer resolver, quais as alternativas de possíveis superação e muitas vezes como a política pública deve ser aprimorada para melhor atender quem necessita. Neste sentido teve reconhecimento do Ministério Público do Estado do Ceará.

Novas tendências: Além de seu projeto, que fatores, mudanças ou sucessos você acredita que poderiam ter uma forte influência no avanço dos Direitos Humanos? (600 caracteres ou 100 palavras)

Paulatinamente os brasileiros estão compreendendo que Direitos Humanos são para todos e são fundamentos essenciais para construir uma sociedade mais justa, digna e sustentável. Talvez a mudança necessária esteja no fortalecimento do sistema político eleitoral e no transparência, auto controle do sistema judiciário e pacificação/ desmilitarização das polícias. Com isto as pautas dos militantes de Direitos Humanos e de promotores juvenis teriam mais impacto nas políticas públicas e na produção da justiça. Ao pressioná-los, crianças, jovens e militantes estão forçando as mudanças.