Um Novo Tempo

Um Novo Tempo: Programa Um Novo Tempo

Fortaleza, Brasil
Ano em que foi fundado:
2013
Tipo de organização: 
Híbrida
Estágio do Projeto:
Escalando
Orçamento: 
$10,000 - $50,000
Scaling strategies launched within the past 6 months:
Crescimento organizacional
Franchising, licenciamento, credenciamento
Parceria de larga escala
Campanhas
Padrões industriais (selos, certificação, prêmios, etc.)
Outros
Resumo do projeto
Pitch de Elevador (Explicação curta e direta)

Resumo conciso: Ajude-nos a lançar esta solução! Forneça uma explicação dentro de 3-4 frases curtas.

Propiciar aos apenados e seus familiares meios para a reinserção social, através de ações lideradas pelos juízes e realizadas por equipe técnica, instituições e organizações parceiras. Em consequência, evitar a reincidência criminal, diminuir o número de vítimas e fomentar a cultura de paz.

E SE... - Inspiração: Escreva uma frase que descreve uma forma que seu projeto se atreve a perguntar: "E SE?"

E se a Execução Penal de um país pudesse basear-se em oportunidades de estudo e trabalho, recuperando apenados para a inclusão social e cidadã, e impactando positivamente a sociedade para a promoção da cultura de harmonia e paz?
SOBRE O PROJETO

Problema: Este projeto busca solucionar qual problema?

O problema é a reintegração social do apenado que esbarra na fragilidade dos mecanismos adotados pelo sistema prisional e nas ações de instituições público e privadas, que não agem de forma tal que modifique satisfatoriamente os aspectos negativos da realidade onde o apenado está inserido. Cumpre, por fim, registrar como comprovação deste fato, que Fortaleza aparece como a cidade mais violenta do Brasil e a 12ª do mundo conforme ONG do México.

Solução: Qual é a solução proposta? Por favor, seja específico!

Por intermédio do estudo, da capacitação profissional, do trabalho, do acompanhamento psicossocial e espiritual de apenados e suas famílias, busca-se diminuir a violência e impactar positivamente na vida dos cidadãos. A promoção de ações em diversos âmbitos concede aos envolvidos conhecimento e promove a aproximação dos órgãos da execução penal, instituições público-privadas, despertando o sentimento de pertencimento à sociedade entre os apenados, ao passo em que também promove uma nova consciência social sobre a importância de se investir na recuperação do apenado, ou por um ato de humanidade ou por um ato de sobrevivência da própria sociedade.

Prêmios

Prêmio de Responsabilidade Social - Câmara Brasileira da Indústria da Construção/CBIC; Prêmio Patrícia Acioli de Direitos Humanos - Categoria Práticas Humanísticas; Prêmio de Responsabilidade Social Elizabeth - Sinduscon.
Sustentabilidade
Financiamento: Como o seu projeto está sendo apoiado financeiramente?: 
editais ou contratos com o governo - 40%
outro - 60%

Plano de Sustentabilidade Financeira: Qual é o plano para garantir a sustentabilidade financeira do projeto?

A continuidade da parceria público-privada garantirá a sustentabilidade financeira do projeto, que encontram-se em fase de expansão.

Mercado ou Setor: Quais projetos ou organizações estão solucionando o mesmo problema que você e como essas propostas diferem da sua?

Sejus (viés trabalho e atendimento psicossocial), pastoral carcerária (viés espiritual e jurídico), fábrica escola (pequena quantidade de atendimento)
Equipe

História de fundação

No ano de 2011 os juízes de direito Luciana Souza e Cezar Belmino foram promovidos para a Comarca de Fortaleza, ocasião que assumiram, respectivamente, a titularidade da 2ª e da 3ª Vara de Execução Penal. Sensibilizados com a realidade desfavorável do sistema carcerário sob jurisdição da corregedoria dos presídios, idealizaram em 2013 o Programa Um Novo Tempo, do qual faz parte os projetos de integração social: Reconstruir e Cozinha Mágica (inserção no mercado de trabalho e acompanhamento psicossocial), Aprendizes da Liberdade (estudo fundamental e médio para adultos), Justiça de Portas Abertas (trabalho em instituições públicas e acompanhamento psicossocial), Ação Concentrada - Justiça no Cárcere (Concessão de benefícios no presídio).

Equipe

Atuam em tempo integral: Os juízes da execução penal, idealizadores do projeto; 02 Assistentes sociais e 01 psicóloga do Núcleo de Apoio. Secretaria de Justiça: 01 Assistente Social e 01 Psicóloga. 01 Assistente Social do Sindicato das Construtoras. Também participam os funcionários dos gabinetes da Execução Penal, professores do Centro de Ensino para Jovens e Adultos, empregados das construtoras e empresas de alimento que empregam os apenados.
Público Alvo:

Populações marginalizadas, Formuladores de Políticas Públicas, Jovens.

Outros (Por favor, especifique)

Apenados do sistema prisional sob jurisdição da corregedoria dos presídios da Comarca de Fortaleza.

Foco de atuação:

Conscientização, Parcerias, Educação, Leis.

Outros (Por favor, especifique)

Inserção social de grupos em situação de vulnerabilidade.

Inovação: O que faz que seu projeto seja inovador no setor de Direitos Humanos? (600 caracteres ou 100 palavras)

Único que, com êxito, desenvolve atividades de estudo e trabalho, com acompanhamento psicossocial e espiritual, em prol dos apenados e sua família. O Programa Um Novo Tempo caracteriza-se, ainda, por apresentar baixo índice de reincidência (abaixo de 10%), ao contrário do sistema penal tradicional, onde o índice de reincidência tem média de 60%, propiciando expectativa de pacificação social, com a crescente diminuição da violência.

Conte-nos sobre as parcerias que apoiam o seu trabalho: (450 caracteres ou 75 palavras)

Secretaria de Justiça do Estado do Ceará - Sejus, Secretaria de Educação do Estado do Ceará - Seduc, Pastoral Carcerária, Sindicato das Construtoras - Sinduscon-CE, ISM Gomes de Matos, Centro de Eventos Dom Cláudio.

Políticas Públicas: De que modo você está contribuindo ou pensa em contribuir com no âmbito de políticas públicas? (300 caracteres ou 50 palavras)
Novas tendências: Além de seu projeto, que fatores, mudanças ou sucessos você acredita que poderiam ter uma forte influência no avanço dos Direitos Humanos? (600 caracteres ou 100 palavras)

Sensibilização do cidadão comum ou por questão de sobrevivência por questão humanitária social sobre a importância