Microcrédito e empreendedorismo: Por uma economia mais justa.

Microcrédito e empreendedorismo: Por uma economia mais justa.

Glória do Goitá, Feira Nova, Lagoa de Itaenga, Chã de Alegria, Pombos e Vitória de Santo Antão, BrazilGlória do Goitá, Brazil
Tipo de organização: 
Sem fins lucrativos / ONG/ Setor Civil
Estágio do Projeto:
Escalando
Orçamento: 
$250,000 - $500,000
Resumo do projeto
Pitch de Elevador (Explicação curta e direta)

Resumo conciso: Ajude-nos a lançar esta solução! Forneça uma explicação dentro de 3-4 frases curtas.

Fomentar projetos produtivos jovens, mulheres e empreendedores de baixa renda através do microcrédito e educação financeira, como ferramenta de desenvol. local.

SOBRE O PROJETO

Problema: Este projeto busca solucionar qual problema?

O trabalho é realizado em cidades com população média de 25 mil habitantes com fortes características econômicas agrícola, principalmente a cana de açúcar. Tal cultura entrava nos costumes e modelos de sobrevivência englobando-se ao monopólio, monocultura e outros princípios que dificultam o desenvolvimento econômico da população. A falta de oportunidades e um forte apelo cultural pela emancipação dessas pessoas possibilitam mudança para grandes capitais, gerando constante emigração. Há mais de 50 anos a população pernambucana opta mudar para a cidade de São Paulo em busca de emprego – nem sempre tendo sucesso – isso causa revolta, desestruturações familiares e um reflexo social negativo.

Solução: Qual é a solução proposta? Por favor, seja específico!

A Acreditar desenvolveu um modelo de microcrédito produtivo e orientado voltado para a população de baixa renda, que muitas vezes não é atendida pelo mercado financeiro tradicional devido à baixa estrutura/instabilidade econômica da família. Percebemos que o recurso financeiro por si só não atenderia a demanda dessas pessoas, por isso juntamente ao crédito trabalhamos um processo de formação que vai sendo realizado juntamente com a metodologia, proporcionando também embasamento em gestão e educação financeira. A Acreditar também possibilitou aos jovens a oportunidade de iniciarem o primeiro negócio, vindo só com a ideia, que é construída com a organização, algo inédito na região.
Impact: How does it Work

Exemplo: Compartilhe um exemplo específico de como essa solução faz a diferença, inclua situações práticas.

Nesses 11 anos a Acreditar criou um modelo de microcrédito voltado para a população de baixa renda e jovens iniciantes capaz de gerar um processo de desenvolvimento e de autonomia desses empreendedores na gestão financeira dos empreendimentos. Essa metodologia tem início com a elaboração e análise do plano de negócio, o empreendedor conta com o apoio de um dos agentes de crédito para fomento de uma ideia empreendedora, sustentável social e ambientalmente. Esse apoio estimula o crescimento pessoal do empreendedor e do seu negócio o que reflete também na economia da localidade. Depois se inicia o acompanhamento aos negócios, momento onde é verificada a transformação (mudança positiva) para cada pessoa. Para que isso aconteça o microcrédito precisa ser aplicado com um grande diferencial de gestão e governança fazendo o bom entendimento e uso da educação financeira. Essa metodologia consiste no processo de assessoria e de acompanhamento contínuo do empreendimento. O monitoramento ocorre de maneira sistematizada desde o primeiro contato ao desenvolver do empreendimento. Capacitações específicas: Essa estratégia ocorre através do mapeamento inicial ou pelo acompanhamento realizado, onde se identificam as necessidades de acordo com a realidade de cada cidade e cada tipo de negócio.
Sustentabilidade

Mercado ou Setor: Quais projetos ou organizações estão solucionando o mesmo problema que você e como essas propostas diferem da sua?

O Governo Federal criou o Programa Crescer objetivando utilizar o microcrédito para reduzir a pobreza, mas o programa ainda não deslanchou por falta de estrutura dos órgãos responsáveis pela operacionalização. Além disso, não abrange a temática da educação financeira. No Nordeste brasileiro mais de 28 organizações atuam com microcrédito, porém a grande a maioria possui características comerciais e não atendem os jovens iniciantes, nem atendem adequadamente a população mais pobre, por considera-lá um público de alto risco. A grande barreira é a massificação do crédito incentivado principalmente pelo Governo Federal, através dos bancos o que vem gerando endividamento dos microempreendedores.
Equipe

História de fundação

Durante a adolescência, na escola, conheci uma ONG chamada Serta que trabalhava com jovens filhos de agricultores, no Serta descobri o microcrédito e percebi que poderia contribuir para mudar a vida de muitas pessoas. A paixão pelo microcrédito levou-me a universidade, o curso foi um laboratório para criar as ferramentas demandas pelos empreendedores. Em 2012 fazem 11 anos que trabalho nessa ideia, lembro de muitos casos e sinto-me feliz, por que a Acreditar surgiu para que as pessoas pudessem ter uma alternativa de geração de renda e permanecer na região. Pretendo fazer mestrado em economia, irei estudar o microcrédito como ferramenta de combate a pobreza e inserção social, espero com esse estudo levar esse modelo de microcrédito para toda a juventude pobre do Brasil.
Sobre Você
Organização:
Acreditar
Sobre Você
Nome

Lilian

Sobrenome

do Prado Silva

Sobre Sua Organização
Nome da Organização

Acreditar

País da organização

, PE, Glória do Goitá

Países onde este projeto vem gerando impacto social

, PE, Glória do Goitá, Feira Nova, Lagoa de Itaenga, Chã de Alegria, Pombos e Vitória de Santo Antão

Há quanto tempo sua organização está em operação?

Mais de 5 anos

A organização recebeu algum prêmio ou reconhecimento público? Por favor, conte-nos mais detalhes

• 2008 – Publicação do estudo de caso da Acreditar no Guia para Criação de Instituições de Microcrédito criada pela fundação Itaú social;
• 2009 - Finalista do Prêmio Claudia na categoria trabalho social;
• 2009 – Voto de aplauso da Câmara Municipal de Vereadores de Glória do Goitá pela conquista de compor o quadro de finalista do Prêmio Claudia 2009.
• 2009 – Vencedor do Prêmio Blue man da AIESEC- Recife/PE - na categoria parceiro do ano;
• 2010 – Vencedor do 4ª Edição do Prêmio Generosidade da Editora globo – Objetivo do Prêmio revelar e repercutir ações e exemplos de gente que faz e promove o bem no Brasil.
• 2011 – Voto de aplauso da Câmara Municipal de Vereadores de Glória do Goitá pela conquista do Prêmio Generosidade 2010.

As informações que você fornecer aqui serão usadas para preencher todas as partes do seu perfil deixadas em branco, como interesses, informação da organização e website. Nenhuma informação do contato será tornada pública. Por favor, desmarque aqui se você não deseja que isso aconteça..

INOVAÇÃO
Há quanto tempo está em funcionamento?

Em execução por mais de 5 anos

Qual(is) item(ns) abaixo descreve(m) melhor a(s) barreira(s) que sua inovação soluciona? Escolha até dois itens.

Acesso.

IMPACTO SOCIAL
Descreva a meta da sua iniciativa; fale sobre o que você está tentando alcançar.

Temos como meta expandir o trabalho para 13 cidades do interior pernambucano alcançado cerca de 13 mil empreendedores em cinco anos. Para alcançar essa meta a Acreditar realizou um planejamento para os próximos cinco anos, e vem diversificando seu portfólio de produtos. Além desta alternativa estamos construindo novas parcerias para fortalecer o trabalho com microcrédito e alavancar os serviço de formação.

Quais são os obstáculos da inclusão financeira que sua solução procura resolver? (Selecione todos que fizerem sentido)

A escassez de produtos financeiros acessíveis adaptados às necessidades de comunidades desfavorecidas e excluídas.

Se você selecionou 'outro' acima, especificar quais outros obstáculos da inclusão financeira que sua solução procura resolver:
Para quais comunidades desfavorecidas ou excluídas sua solução vai oferecer acesso a serviços financeiros de forma segura, abrangente e adaptada às necessidades daquelas comunidades? Qual é a sua expectativa de impacto para os próximos 1 - 3 anos?

A Acreditar vai oferecer microcrédito para 10 cidades do interior de Pernambuco, atendendo 6.879 pessoas nesses três anos. Os municípios estão localizados na zona da mata e agreste de Pernambuco e 70% dessas cidades possuem até 30 mil habitantes, sendo as prefeituras a principal geradora de renda juntamente com os programas sociais do Governo Federal. O público atendido são pessoas de baixa renda, usuários dos programas sociais que não tem acesso a serviços bancários. A Acreditar possibilita o acesso ao crédito e estimula o empreendedorismo dessas famílias e seus negócios, a renda gerada melhora as condições de vida. Alguns empreendedores atendidos tinham empréstimos com agiotas a juros de 10% a 15% a.m. que não permitiam que saíssem do ciclo de miséria a que estavam submetidos.

A sua solução funcionaria em outras regiões? Se sim, onde?

A metodologia de microcrédito desenvolvida pela Acreditar funciona em qualquer região desde que existam pessoas com capacidade empreendedora, com pouco ou nenhum acesso ao sistema financeiro tradicional. Inclusive essa metodologia já serviu de base para o surgimento de duas novas organizações o Banco Perola em Sorocaba/São Paulo e o Banco Vivo no Sertão de Pernambuco. Atualmente a Acreditar vem analisando a possibilidade de estender esse trabalho para três estados do Brasil que possuem uma grande necessidade de uma instituição de estimulo a geração de renda, através do microcrédito e educação financeira.

Se a sua solução for muito bem sucedida, o que será diferente em 10 anos?

Em dez anos a Acreditar terá ampliando sua atuação para 20 cidades do interior de Pernambuco e três novos estados do Brasil. Além do programa de microcrédito terá consolidado seu programa de educação disseminando conteúdos em educação financeira, gestão, formas de associação local, redes de economia local e outros. Terá criado a primeira escola de empreendedores um ambiente de estimulo ao empreendedorismo jovem de fortalecimento as comunidades locais.
Com essas novas estratégias a Acreditar terá uma dimensão maior que hoje e terá incrementado novos meios de incentivar o desenvolvimento local dessas cidades através dessas novas soluções criadas e desenvolvidas com o apoio dos empreendedores.

O que tiveram que mudar para fazer isso acontecer?

Hoje a Acreditar atua apenas em uma amplitude local, com isso precisa aprender a trabalhar sua metodologia em ambiente maior, coordenando em uma ambiência de rede. E precisa criar a escola de empreendedores em parceria com as organizações locais a fim de ter um ambiente de formação dos futuros empreendedores dessas cidades, fortalecendo o conceito que já vem sendo disseminado hoje onde o Jovem tem duas opções de carreira - seguir carreira em uma empresa ou ser um empreendedor com sua família, fortalecendo a economia local dessas cidades.

Qual foi o impacto da sua solução até hoje?

Em 11 anos de trabalho a Acreditar ampliou sua carteira de R$ 10 mil para R$ 600 mil e mobilizou mais 7.000 pessoas em seis cidades do interior de Pernambuco. Deste público 70% são mulheres empreendedoras, 95% são negócios informais, 86% acessaram de maneira solidária, sem comprovação de renda, 35% são jovens empreendedores 18 a 26 anos, 40% foram direcionados ao surgimento de novos negócios. Foram aplicados R$ 3.649.162,52 nesses negócios que resultaram em: 1) crescimento de 40% da renda das famílias atendidas; 2) Maior autonomia das mulheres; 3) Melhor qualidade de vida (moradia, alimentação, educação e vestuários); 4) Permanência das famílias e jovens na região de origem; 5) Impacto positivo para sociedade; 6) Maior distribuição de renda e 7) Fortalecimento da economia regional;

Qual é a sua expectativa de impacto para os próximos 5 anos?

Nos próximos 10 anos a Acreditar irá ampliar sua atuação para 7 novas cidades do interior de Pernambuco e para três novos estados do Brasil e mobilizando 6.879 empreendedores investindo R$ 8.425.087 reais ampliando sua carteira para R$ 2.008.683 reais. Com esses novos investimentos, iremos ampliar o atendimento aos jovens empreendedores 50% do valor aplicado. Iremos ampliar esses indicadores 1)crescimento de 60% da renda das famílias atendidas; 2) Aumentar em 70% a autonomia das mulheres; 3) Melhor qualidade de vida (moradia, alimentação, educação e vestuários); 4) Permanência, na região, das famílias e jovens na região de origem; 5) Impacto positivo para sociedade; 6) Maior distribuição de renda e 7)Fortalecimento do crescimento econômico regional;

Quais são as barreiras que podem impedir o sucesso do seu projeto? Como você planeja superá-las?

Um das barreiras é a massificação do crédito por parte do governo, atualmente o governo lançou um programa de incentivo ao microcrédito através dos bancos públicos sem experiência na área e com riscos de endividamento da população, as OSCIP’s precisam se qualificar para sobreviver a essa concorrência. A Acreditar vem adotando como estratégias trabalhar em parcerias com bancos, utilizando o conhecimento adquirido, integrar a rede de organizações de microcrédito do Brasil ABCRED, a fim de conseguir incidir em políticas de publicas de fortalecimento do setor e ainda vem diversificando seu portfólio de produtos.

As inscrições vencedoras apresentam um plano sólido sobre como vão alcançar e acompanhar o crescimento do projeto. Identifique as metas de seis meses para aumentar seu impacto.

960 empreendedores atendidos com a metodologia de microcrédito e com a renda elevada em 20%;

Identifique as três maiores atividades que você terá de completar para obter a meta estabelecida para os seis (6) meses
Atividade 1

Mapear todos empreendimentos nas comunidades locais

Atividade 2

Visita para apresentação dos serviços

Atividade 3

Aplicação dos projetos e liberação dos recursos;

Agora pense grande! Identifique qual seria sua meta de impacto para 12 meses

Ter atendido aproximadamente 2000 empreendedores com recurso e gestão oferecendo maior qualidade ao negócio e a vida das pessoas

Identifique as três maiores atividades que você terá de completar para obter a meta estabelecida para os doze (12) meses
Atividade 1

Identificar público alvo nas comunidades;

Atividade 2

Levar serviços às comunidades isoladas;

Atividade 3

Acompanhar os empreendimentos atendidos

SUSTENTABILIDADE
Por favor, explique de que forma o estabelecimento de parcerias é importante para o sucesso de sua inovação

A Acreditar tem parceiras com as comunidades, com a disponibilização de espaços para reunir os empreendedores para realização de cursos e outros eventos, também contamos com o apoio de outras OSCIP, Bancos públicos que geralmente emprestam recursos, pessoas físicas que doam recurso, acompanham e divulgam o nosso trabalho. Temos apoio ainda de órgão de formação como o SEBRAE, Aliança Empreendedora e uma fundação que apoiam com a realização de cursos ou doação de recurso.

Atualmente você planeja atender outros locais, mercados e populações específicas com sua inovação? Se sim, onde e por quê?

A Acreditar pretende estender o seu trabalho para o sertão pernambucano, região que necessita de aporte para ideias empreendedoras. Também estudamos a possibilidade de expandir a metodologia para dois novos Estados em cidades com necessidades parecidas com as quais atuamos, mas cuja metodologia seria adaptada as condições dessas novas regiões. O trabalho de crédito somado a formação tem garantido fortes indicadores de crescimento nos empreendimentos então é importante que esse trabalho possa ser expandido para outros lugares do Brasil.

Que tipo de ambiente operacional e fatores da organização interna ajudarão o projeto a ser bem sucedido?

O trabalho da Acreditar é realizado com divisão de tarefas e atividades, mas com uma responsabilidade coletiva pelo desempenho da organização e uma gestão compartilhada. Esses fatores fazem as pessoas se sentirem mais imponderadas sobre os grandes desafios que a organização enfrenta e todos podem participar de forma mais alinhada nas suas superações. A equipe está preparada para possíveis reorganizações da internas e estamos constantemente formando novas pessoas para o trabalho, garantindo assim maior segurança na sua expanção.

Fale mais sobre as necessidades ou ofertas que você selecionou anteriormente e/ou sugira categorias de apoio que não foram listadas

Nossa experiência vem sendo pesquisada por muitos estudantes, curiosos pelo trabalho na área de microcrédito de combate a pobreza. Consideramos importante continuar a ser fonte de pesquisa, pois isso também nos ajuda a aperfeiçoar a metodologia e sistematizar nosso trabalho. Formar redes nos permite trocar experiência e fortalecer os acessos.

randomness