Mulher com mulher faz sabão se quiser

Mulher com mulher faz sabão se quiser

Rio de Janeiro, BrazilBrazil
Tipo de organização: 
Sem fins lucrativos / ONG/ Setor Civil
Estágio do Projeto:
Ideia
Orçamento: 
< $1,000
Resumo do projeto
Pitch de Elevador (Explicação curta e direta)

Resumo conciso: Ajude-nos a lançar esta solução! Forneça uma explicação dentro de 3-4 frases curtas.

O Projeto "Cooperóleo de Sabão" será um divisor de águas nas relações das comunidades do Engenho Novo com o Meio Ambiente. Promoverá a oportunidade de 50 mulheres gerarem renda para as suas famílias

SOBRE O PROJETO

Problema: Este projeto busca solucionar qual problema?

Três problemas se intercomunicam nas comunidades carentes em que se situa a ONG a qual pertenço: tecnologia, meio ambiente e geração de renda. Mulheres, provedoras de seus lares ou coprovedoras, lançam-se à informalidade, num movimento empreendedor, mas desestruturado, para gerarem renda para o sustento de seus lares. Por outro lado, apresenta-se a questão ambiental: milhares de litros de óleo de cozinha usado são lançados às redes de esgoto, poluindo rios e mares; garrafas de PET são jogadas em lixões comunitários, o que proporciona proliferação de ratos, baratas entre outros vetores de graves enfermidades. Outra questão é o uso da tecnologia, que, nessas comunidades, prioriza o lado lúdico, desconsiderando a importante capacidade empreendedora e educativa da web.

Solução: Qual é a solução proposta? Por favor, seja específico!

Proponho um projeto em que 50 mulheres, previamente selecionadas, comecem um mapeamento de quatro comunidades carentes do Engenho Novo: Morro da Matriz, Morro do Quieto, Dois de Maio e Céu Azul, com o objetivo de levantar dados que mostrem a quantidade de óleo lançado diariamente às redes de esgoto (Estatística e processamento de dados). De posse dos dados, proponho um cadastramento de residências e pequenos comércios doadores do óleo usado, armazenado em garrafas de PET (todo a comunicação será realizada através de torpedos, e-mails e redes sociais, entre as 50 mulheres e os doadores do óleo usado). Com esse produto, gera-se sabão artesanal, que é vendido ao comércio local e às comunidades em geral. O dinheiro arrecadado produz vídeos educativos postados no youtube, disseminando o know-how adquirido. A comunidade é informada todo o tempo dos resultados dessas ações pelas rádios comunitárias, que estarão interligadas às redes sociais da Casa de Davi.
Impact: How does it Work

Exemplo: Compartilhe um exemplo específico de como essa solução faz a diferença, inclua situações práticas.

Uma mulher, participante do projeto, conhece sua comunidade, através de um levantamento estatístico e do tratamento dos dados obtidos. Propõe a essa comunidade que doe o seu óleo de cozinha usado. Usa esse óleo na fabricação de sabão artesanal e, junto com outras mulheres participantes desse mesmo projeto, em sistema de cooperativismo, gera renda que agrega valores à renda familiar. Produz tecnologia de informação, através de material didático (vídeos educativos), que são usados na própria comunidade em que vive, tendo por objetivo disseminar as tecnologias desenvolvidas e o know-how conquistado. É importante destacar três aspectos desse processo: 1) A mulher, cujo sustento dos filhos normalmente lhe é atribuído por contingências sociais diversas, consegue gerar renda sem sair de sua comunidade; 2) Essa mesma mulher contribui significativamente com as questões ambientais do entorno de seu local de residência e, num âmbito mais amplo, com a natureza em geral; 3) Essa mulher passa a dominar com maior propriedade a tecnologia de comunicação (e-mails, redes sociais, torpedos etc.) e passa a contagiar os demais indivíduos de sua comunidade, com a rede construída no próprio projeto. Assim, ganham as mulheres que participam, ganham as comunidades, ganha o Meio Ambiente, ganha toda a sociedade, pois as famílias dessas participantes não dependerão tanto de projetos paternalistas governamentais, o que, consequentemente, lhes eleva a autoestima e a autoconfiança para não só promover a mudança de paradigma no microuniverso da família, mas, considerando os benefícios, a toda a gente.
Sustentabilidade

Mercado ou Setor: Quais projetos ou organizações estão solucionando o mesmo problema que você e como essas propostas diferem da sua?

O Governo estadual do RJ incentiva a coleta de óleo por catadores. Isso poderia ser um fator de concorrência, porém, há que se considerar que o óleo coletado sob a proposta deste projeto tem desdobramentos que beneficiam diretamente a comunidade e ainda promovem a possibilidade de se estender a outros lugares. O comércio local se configura como parceiro, no sentido de que, além de doar o óleo usado, absorve a produção do sabão confeccionado pela cooperativa. Creio que a proposta de benefício num movimento circular interno, considerando as comunidades envolvidas, constitui-se no diferencial que nos colocaria em vantagem sobre o projeto do Governo do RJ, que envia o óleo coletado para as refinarias de combustível, sem agregar valores diretos e pecuniários aos elementos dessas comunidades.
Equipe

História de fundação

A Casa de Davi, instituição sem fins lucrativos, inaugurada a menos de 1 ano, pela atuação da ProfªRose Leny Gonçalves de Oliveira, Mestre em Educação ambiental e MBA em QSMS, sempre primou pela tomada de decisões, baseada em conceitos que respeitem a natureza. Assim, iniciou-se uma coleta de óleo de cozinha usado, que era trocado por produtos de limpeza, que atendiam à Casa. Numa outra frente, a Casa de Davi buscava uma solução viável para um problema que ocorria às suas portas: mulheres, provedoras de seus lares, sem oportunidades no mercado formal de emprego, exploravam seus potenciais empreendedores e vendiam o que podiam nas ruas e calçadas. Entretanto, essas ações empreendedoras aconteciam sem nenhuma sistematização, o que a curto prazo as inviabilizava. Assim, pensou-se em unir as duas questões: o cuidado com o meio ambiente, retirando da natureza o óleo de cozinha usado, e a viabilidade de negócio para essas mulheres empreendedoras, usando como caminho a tecnologia.
Sobre Você
Organização:
Casa de Davi Obra Social
Sobre Você
Nome

Rose Leny

Sobrenome

Gonçalves de Oliveira

Sobre Sua Organização
Nome da Organização

Casa de Davi Obra Social

País da organização

, RJ, Rio de Janeiro

Países onde este projeto vem gerando impacto social
Idade do inovador:

Mais de 34 anos

Gênero do inovador

Feminino

Há quanto tempo sua organização está em operação?

Menos de um ano

A organização recebeu algum prêmio ou reconhecimento público? Por favor, conte-nos mais detalhes

Não, a Casa de Davi é uma instituição nova, que, por isso, ainda não obteve alguns reconhecimentos públicos, que exigem determinado tempo de existência.

As informações que você fornecer aqui serão usadas para preencher todas as partes do seu perfil deixadas em branco, como interesses, informação da organização e website. Nenhuma informação do contato será tornada pública. Por favor, desmarque aqui se você não deseja que isso aconteça..

INOVAÇÃO
Há quanto tempo está em funcionamento?

Ainda na fase de ideia, mas você deseja lançá-lo em breve

Qual(is) item(ns) abaixo descreve(m) melhor a(s) barreira(s) que sua inovação soluciona? Escolha até dois itens.

Acesso, Equidade.

IMPACTO SOCIAL
Qual(is) tipo(s) de solução(ões) sua iniciativa apresenta para melhorar a vida de meninas e mulheres através do uso da tecnologia? [selecione alternativas que se aplicam ao projeto]

Acesso a tecnologia, Acesso a educação/treinamento, Acesso a oportunidade econômica.

Qual foi o impacto da sua solução até hoje?

A solução ainda não causou impacto, pois não foi posta em prática, entretanto, espera-se que o empreendimento beneficie diretamente 50 mulheres e indiretamente, em primeira instância, mais ou menos 200 pessoas (familiares das mulheres participantes), e, ainda, num universo mais amplo, em torno de 7000 pessoas, moradoras das comunidades envolvidas. O benefício direto atinge, com a geração de renda, as 50 mulheres participantes do projeto; o indireto em primeira instância, beneficia os familiares dessas mulheres, quem, geralmente, depende delas para proverem suas necessidades de alimento, vestuário, educação, etc. O benefício indireto será usufruído por cerca de 7000 pessoas, moradores das comunidades em questão, que poderão ressignificar os hábitos em relação ao lixo produzido no local, bem como a sua relação com o meio ambiente em geral.

Qual é a sua expectativa de impacto para os próximos 1 - 3 anos?

No primeiro semestre, espera-se conscientizar e capacitar as 50 mulheres para a fabricação do sabão. No segundo semestre, dar-se-á a constituição da cooperativa e o trabalho de divulgação dos produtos que serão comercializados. No segundo ano, espera-se que a cooperativa ganhe know-how de produção e comercialização e deixe a Casa de Davi, para uma vida independente. Prevê-se, ainda nesse segundo ano, assessoria e consultoria à cooperativa recém-formada. No terceiro ano, ainda haverá acompanhamento das atividades de gestão, entretanto, em virtude de compromisso firmado anteriormente pelas cooperativadas, selecionar-se-ão novas mulheres para recomeçar o processo de formação, agora com o conhecimento desenvolvido pela primeira turma, que preparará a segunda, num período de 18 meses.

Quais são as barreiras que podem impedir o sucesso do seu projeto? Como você planeja superá-las?

A evasão por questões diversas. O projeto conta com a atuação de Assistente Social para os casos de evasão. Ocorre que as mulheres das comunidades em questão, embora sejam empreendedoras, vivem muitos problemas de toda ordem: financeiro,pessoais e familiares, que as fazem abandonar projetos que possuam longa duração, sem que lhes sejam gerados recursos que lhes ajudem na manutenção de seus papéis de provedoras do lar. Em função dessas questões sociais, pode-se esperar que haja considerável evasão; porém, a assistência social pode minimizar esses efeitos de problemas logísticos, por que passam essas mulheres. Visitas domiciliares e encaminhamentos diversos a serviços assistenciais do governo, que possuem essa proposta de amparo provisório, serão fatores inibidores da evasão.

As inscrições vencedoras apresentam um plano sólido sobre como vão alcançar e acompanhar o crescimento do projeto. Identifique as metas de seis meses para aumentar seu impacto.
Identifique as três maiores atividades que você terá de completar para obter a meta estabelecida para os seis (6) meses
Atividade 1

Impedir a evasão das mulheres selecionadas.

Atividade 2

Financiar os custos com utensílios, matéria-prima para o processo de fabricação de sabão e material diverso para uso em geral..

Atividade 3

Estruturar a cooperativa em níveis de concorrência, para que se dê a comercialização de seu produto.

Agora pense grande! Identifique qual seria sua meta de impacto para 12 meses

Formar a cooperativa de fabricação e comercialização de sabão a partir do óleo de cozinha usado.

Identifique as três maiores atividades que você terá de completar para obter a meta estabelecida para os doze (12) meses
Atividade 1

Capacitar as mulheres, a partir da ressignificação de suas relações com o Meio Ambiente.

Atividade 2

Elaborar a estrutura de gestão, fabricação e comercialização do produto pela cooperativa.

Atividade 3

Formar a carteira de clientes.

SUSTENTABILIDADE
Por favor, explique de que forma o estabelecimento de parcerias é importante para o sucesso de sua inovação

As parcerias são fundamentais para a manutenção do projeto, no sentido de que mantêm a estrutura básica da Casa de Davi, onde se desenvolve o projeto. Hoje, pela realidade da Casa de Davi, quando falamos em parceria, nos referimos as parcerias que fazemos com pessoas físicas (rede apoiadores) e pequeno comércio local. Recebemos, para este projeto, já manifestos, os apoios do Conselho Regional de Contabilidade do Estado do Rio de Janeiro, que tem o compromisso de dar suporte contábil, e da ONG Grande Rio Ambiental, que se compromete à transmissão de conhecimento, na fabricação de sabão.

Fale mais sobre as necessidades ou ofertas que você selecionou anteriormente e/ou sugira categorias de apoio que não foram listadas

Conseguimos irmanar pessoas que acreditam na nossa proposta de melhorar a vida de pessoas que, sozinhas, não conseguiriam sair do lugar da exclusão, portanto, essas pessoas que doam o seu tempo e o seu conhecimento estão dispostas ao trabalho pelo bem do próximo e pelo bem comum, seja na Casa de Davi ou em outra instituição ou movimento em que se façam necessárias. Boas ideias surgem desse grupo.