Aprender a Ser Saudável

Esta inscrição foi publicada.

Aprender a Ser Saudável: TORNA-TE CAPAZ

Porto, PortugalPorto, Portugal
Ano em que foi fundado:
2014
Tipo de organização: 
Sem fins lucrativos / ONG/ Setor Civil
Estágio do Projeto:
Ideia
Orçamento: 
$50,000 - $100,000
Resumo do projeto
Pitch de Elevador (Explicação curta e direta)

Resumo conciso: Ajude-nos a lançar esta solução! Forneça uma explicação dentro de 3-4 frases curtas.

Já imaginaram um mundo cheio de sorrisos?
Este é o desafio do nosso projeto.
Através de um programa de capacitação de crianças na área da saúde oral e da alimentação saudável, pretendemos torná-las como principais agentes na mudança de hábitos diários de saúde e comportamentos.

E SE... - Inspiração: Escreva uma frase que descreve uma forma que seu projeto se atreve a perguntar: "E SE?"

E se todas as crianças conseguissem transformar o mundo através dos seus sorrisos?
SOBRE O PROJETO

Problema: Este projeto busca solucionar qual problema?

Este projecto procura resolver a carência da saúde oral e a falta de informação nesta área na primeira infância. Em Portugal, a Saúde Oral é negligenciada pelas políticas de Saúde. As crianças que apresentam infeções dentárias e dores de dentes não podem participar ativamente na escola. Nem o melhor sistema de ensino pode garantir alto desempenho académico, quando os estudantes padecem de problemas de saúde ou simplesmente, são pouco saudáveis.

Solução: Qual é a solução proposta? Por favor, seja específico!

Programa de capacitação na área da saúde oral e alimentação saudável para crianças dos 6 aos 10 anos. Os programas de saúde escolar têm a capacidade para vincular os recursos para a educação, saúde, nutrição e higiene num local próprio de aprendizagem e de formação, que é a Escola. O incutir de hábitos quotidianos nos mais jovens, reflecte a garantia da prossecução destes durante a vida adulta o que induzirá a criação de, cidadãos mais saudáveis e mais responsáveis com a sua saúde e higiene.
Impact: How does it Work

Exemplo: Compartilhe um exemplo específico de como essa solução faz a diferença, inclua situações práticas.

Após 4 anos de intervenção, o projeto Aprender a Ser Saudável teve como resultados: 73% das crianças observadas diminuíram a quantidade de placa bacteriana na cavidade oral, sendo que esta diminuição rondou os 43%. Esta iniciativa teve lugar numa escola de Cascais, Escola EB1 da Parede, onde a adesão dos professores inicialmente foi muito difícil e só após verificarem mudanças positivas nos hábitos diários dos alunos, é que começaram a aderir e empenhar-se para a concretização dos objetivos.

Impacto: Qual tem sido o impacto do seu trabalho até hoje? Descreva também o impacto esperado para o futuro do projeto.

No ano lectivo de 2012/2013 participaram no projecto Aprender a Ser Saudável 6500 crianças dos municípios de Cascais, Lisboa e Porto. Os resultados apresentados foram bastante favoráveis, tal como nos anos letivos anteriores. Analisando os dados de uma forma geral, 73% das crianças observadas diminuíram a quantidade de placa bacteriana na cavidade oral, sendo que esta diminuição rondou os 43%. Desta forma, pode-se concluir que a maior parte das crianças terá reduzido em cerca de metade a quantidade de placa bacteriana, facto que prova a eficácia e sustentabilidade deste projeto. Paralelamente concluiu-se que a participação e empenho dos professores no projeto é crescente à medida que o projecto se desenvolve. Relativamente às crianças, a motivação e interesse destas é bastante positivo desde o 1º dia do projeto.

Estratégias de Expansão: Avançando o projeto, quais são as principais estratégias para ampliar o seu impacto?

Como forma de potenciar ainda mais o impato deste projecto, vamos incluir uma dimensão de capacitação destas crianças como forma de garantir o impato a longo prazo. Estes serão alvo de um programa de capacitação que pretende transformá-los em agentes de mudança na sua escola, bairro, família e comunidade.
Sustentabilidade

Plano de Sustentabilidade Financeira: Qual é o plano para garantir a sustentabilidade financeira do projeto?

O projeto Aprender a Ser Saudável tem o apoio financeiro da Fundação Calouste Gulbenkian e da Câmara Municipal de Lisboa e o apoio logístico da Câmara Municipal de Lisboa e da Câmara Municipal do Porto. Esta iniciativa prevê a sustentabilidade uma vez que na sua metodologia está prevista a capacitação das escolas e das crianças após 2 anos da sua implementação.

Mercado ou Setor: Quais projetos ou organizações estão solucionando o mesmo problema que você e como essas propostas diferem da sua?

Existem outras organizações que trabalham a promoção de hábitos de saúde oral e alimentação saudável nas escolas, no entanto o projeto Aprender a Ser Saudável integra um acompanhamento periódico, individual e de proximidade aos professores, pais e comunidade escolar, ao longo de todo o projeto.
Equipe

História de fundação

A Mundo a Sorrir desenvolve projectos de Promoção e Educação para a Saúde Oral e Cooperação para o Desenvolvimento, a nível nacional e internacional. Presta assistência a comunidades desfavorecidas, melhorando as suas condições de vida e promovendo o seu desenvolvimento. Foi fundada em 2005 por Miguel Pavão, médico dentista, que após uma viagem de voluntariado a Cabo-Verde, passou a ver a sua profissão como uma forma de realização pessoal e de Ajuda ao Outro. Com o apoio de um grupo de colegas, em menos de 6 meses nasce uma pequena organização, que rapidamente se converte numa ONGD, contando hoje com mais de 600 associados. O principal objetivo começa com uma base utópica, mas fundamental para quem acredita que pode mudar o Mundo.

Equipe

coordenadora do projecto - Higienista oral (full time) Responsável pela implementação, dinamização e avaliação do projecto Técnicos - Associados voluntários da Mundo a Sorrir - Médicos Dentistas e Higienistas orais (part time) Responsáveis pela realização das actividades e apoio logístico ás escolas.