COSTURANDO SONHOS E VIDAS

COSTURANDO SONHOS E VIDAS : Educação para o Trabalho Sustentável - Panosocial

São Paulo, Brazil
Ano em que foi fundado:
2014
Tipo de organização: 
Híbrida
Estágio do Projeto:
Start-Up
Orçamento: 
$100,000 - $250,000
Resumo do projeto
Pitch de Elevador (Explicação curta e direta)

Resumo conciso: Ajude-nos a lançar esta solução! Forneça uma explicação dentro de 3-4 frases curtas.

Acreditamos que é possível aliar as necessidades da indústria têxtil à produção de baixo impacto ambiental, sustentável, promovendo a ressocialização de egressos do sistema prisional (homens, mulheres e jovens), incentivando o cultivo de matéria prima orgânica, a reciclagem e o consumo consciente.

E SE... - Inspiração: Escreva uma frase que descreve uma forma que seu projeto se atreve a perguntar: "E SE?"

E se todos pudéssemos criar negócios de baixo impacto ambiental, que respeita a vida, o planeta e quem trabalha na terra, aliando ainda a inclusão e empoderamento daqueles que nunca tiveram, em verdade, uma primeira chance na vida? E se todos se aliassem?
SOBRE O PROJETO

Problema: Este projeto busca solucionar qual problema?

As carências brasileiras do mercado têxtil para: Falta de mão de obra qualificada Um trabalho profundo de ressocialização, que inclua o desenvolvimento humano, com ex-detentos, minimizando os casos de reincidência criminal, promovendo a paz. A falta de incentivo a agricultura orgânica do algodão A pouca oferta de opções mais comprometidas com a redução do impacto ambiental A comunicação junto ao consumidor sobre hábitos conscientes

Solução: Qual é a solução proposta? Por favor, seja específico!

Por meio de nossas parcerias captaremos ex-detentos interessados em participar da oficina do projeto para confecção de artigos têxteis, dentro do conceito eco-sustentável e desenvolvimento humano do PanoSocial. Queremos incentivar o desenvolvimento de suas capacidades e daremos oportunidade para contratação nas oficinas parceiras do PanoSocial e outras empresas, diminuindo o índice de reincidência criminal. Nossa segunda etapa será aliar a carência de mão de obra no campo, fazendo parcerias com produtores de algodão orgânico e aprendizes ex-detentos. Criaremos pontes entre produtor, empresas, instituições e ex-detentos. Lançaremos uma marca de artigos feitos na oficina e junto com isso promoveremos campanhas de consumo consciente.

Prêmios

nenhum
Impact: How does it Work

Exemplo: Compartilhe um exemplo específico de como essa solução faz a diferença, inclua situações práticas.

Fazemos acordo com as oficinas parceiras para que deem oportunidade para ex-detentos como aprendizes e ajudantes remunerados na produção do nosso pedido. Quando fizemos camisetas para a campanha Desmatamento Zero do Greenpeace, o aprendiz se destacou e foi contratado pela oficina. Para nossa alegria, ele manifesta a vontade de crescer neste ramo e ter o próprio negócio. Estimular pequenas oficinas que lembrem o trabalho dos atêliers de antigamente e empoderar vidas antes marginalizadas é também um de nossos pilares. Atrelado a nossa proposta de baixo impacto ambiental, nosso projeto social vem recebendo cada vez mais elogios e confiança de parceiros e clientes, que tem se sentido estimulados a apoiar e fazer parte do nosso projeto.

Impacto: Qual tem sido o impacto do seu trabalho até hoje? Descreva também o impacto esperado para o futuro do projeto.

Produzimos com matérias-primas 100% algodão orgânico,100% PET Reciclado (cradle2cradle), algodão desfibrado e pigmentos naturais (estamparia e tingimento). Preservamos assim água, solo, lençol freático, economizamos energia e preservamos a vida.O PanoSocial já produziu cerca de 8 mil camisetas de algodão orgânico e 2 mil camisetas de PET Reciclado.Com isso deixamos de poluir 22 milhões de litros de água e economizamos 4.4 milhões. Optamos sempre por trabalhar com parceiros que contratam ex-detentos, e com o crescimento do PanoSocial passamos adotar como condição que as oficinas coloquem ex-detentos indicados por nós, para trabalhar na produção de nosso pedido, como aprendiz e ajudante.Trabalhamos com 6 ex-detentos, um nós indicamos, e após o trabalho, ele foi contratado pela oficina.Queremos gerar mais oportunidades como essa aos ex-detentos por meio do projeto de capacitação ...

Estratégias de Expansão: Avançando o projeto, quais são as principais estratégias para ampliar o seu impacto?

Com a oficina de capacitação e especialização para 44 ex-detentos com técnicas da produção de artigos têxteis e matérias primas sustentáveis associado a apoio de desenvolvimento humano. A verba inicial do prêmio estrutura equipe, oficina de educação, espaço físico e bolsa auxílio aos egressos. Contratados, ainda daremos apoio por 1 ano. Depois de 2 anos aplicaremos o projeto de oficina para agricultura orgânica do algodão, em parcerias com agricultores e outras iniciativas. Após 4 anos daremos início ao projeto das oficinas containers, causando maior impacto na conscientização do consumidor.
Sustentabilidade

Plano de Sustentabilidade Financeira: Qual é o plano para garantir a sustentabilidade financeira do projeto?

Por haver interesse do mercado têxtil por mão de obra especializada, pretendemos unir esta necessidade com o que oferecem as instituições, escolas, ONG's, Ocips e parceiros do projeto. Acreditamos que com o resultado alcançado iremos manter interesse tanto privado quanto público para continuar com o projeto.Criaremos uma marca com produtos feitos na oficina de aprendizes, para serem vendidos na loja da PanoSocial, esta previsto... (veja anexo)

Mercado ou Setor: Quais projetos ou organizações estão solucionando o mesmo problema que você e como essas propostas diferem da sua?

Para confecção, o projeto 'Das Pre' da FUNAP apoia o trabalho de mulheres do regime semi-aberto, mas não existe continuidade do trabalho pós-cárcere.No nosso caso, daremos apoio por um ano após o aprendizado e direcionamos para contratação. Nosso objetivo é incentivá-los a desenvolver suas próprias capacidades, e lhes proporcionar um maior sentido de pertencimento e contribuição comunitária. Queremos empoderá-los para que se tornem muito mais do que apenas funcionários de uma linha de produção, para que possam perceber seu potencial e sentir orgulho por poder contribuir com o planeta
Equipe

História de fundação

Chegando no Brasil, um dos sócios do PanoSocial de origem austríaca se comoveu com a desigualdade social e violência. Conheceu o padre Gunther Zgubic da Pastoral Carcerária e entrou em contato com as questões do cárcere e ex-detentos. Desde então pensou em incluir em seus projetos propostas que amenizassem esta situação. No andamento do nosso trabalho os principais desafios foram: mão de obra especializada, prazos e oficinas que alcançassem a qualidade desejada. Pensar em unir uma solução social com a necessidade do mercado por profissionais mais capacitados foi automático. Poder colocar como condição, junto as oficinas, a inserção de um ex-detento no processo de produção, foi uma conquista!

Equipe

Toda equipe se dedica em tempo integral a empresa PanoSocial que esta diretamente ligada a este projeto: 'Costurando Vidas e Sonhos - Educação para o Trabalho Sustentável | PanoSocial'. Equipe fixa da PanoSocial: DI(FH) Gerfriëd Gáullofêr; Engenheiro Mecânico e Administrador de Empresas, HTL Bulme Graz, Áustria. Desenho Industrial na FH Joanneum, Universidade de Ciência Aplicada de Graz, Áustria. Designer. PanoSocial (Fundador) Concepção do Modelo de negócio socioambiental. Lançamento da marca PanoSocial. Criação de Produtos para PanoSocial. Criação de Identidade visual PanoSocial. Redes Sociais TRAUMSTOFF Studio de design | owner Direção de Arte / Criação de Identidades Visuais para empresas e Instituições / Concepção de Eventos como Prototype Festival (Instituto Göthe), KulturTour (alemanha-Brasil) BASEMENT Agencia de publicidade e eventos (sócio) Concepção e Produção de Eventos | Direção de Arte Clientes como Vogue RG, Adidas, Motorola MotoMix, Estratégia de Lançamento internacional de Marcas de Bebida e produtos. www.linkedin.com/in/gerfriedgaulhofer Gerfriëd Gáullofêr - Coordena a área administrativa e financeira da empresa, comunicação, avaliação comercial e inteligência. Natacha Lopês B. - Produtora executiva de Moda e coordenadora de marca, com larga experiência no mercado atuando em campanhas para grandes marcas, editoriais, mídias de moda e grande mídia, e eventos ligados ao setor. Trabalhou em planejamento e produção executiva de campanhas publicitárias e look books, casting, contratação e negociação de profissionais e coordenação do set de foto; Planejamento, negociação e aprovação de mídia e materiais gráficos e de ponto de venda; Contato e briefing com estúdio de design, visual merchandising e assessoria de imprensa; Briefing e coordenação de desenvolvimento de mídias e marcas; área comercial de mídias e agências de publicidade. Produção executiva para shoots Revista Iguatemi, Revista Pão de Açúcar, Comunidade Moda, Revista Serafina- Folha de São Paulo, VOGUE, Vogue RG, Baazar, Estilo - Editora Abril, MAIS55MAG. Trabalhos comerciais / marcas / mídias Reebook, Mafre seguros, VIVO, Grupo Arezzo SA, Levi's, CARMIM Cofundadora da PanoSocial. Divide responsabilidades comerciais com Gerfried e Luzia, gerencia o setor de compras, pesquisa de mercado, concepção de projetos e produção. Coordena a área administrativa e também é responsável pelo desenvolvimento institucional. Coordenadora geral do projeto. www.linkedin.com/in/natachalopes Alessandra Calor - arquiteta, jornalista e assessora de planejamento estratégico e desenvolvimento de mídia. Atuou por 20 anos como repórter e apresentadora das midias Tv Cultura (foi apresentadora do Balanço Social, repórter do Metrópolis, entre outros), MTV e Multishow - globosat; com experiência em Coaching e Mindfulness pela Oneness University - índia, é coaching na área de alimentação funcional e orgânica, administra um site sobre saúde a alimentação consciente (www.curacion.com.br). Trabalha como moderadora na Eduk e é coordenadora dos projetos de impacto socioambiental e assistente administrativa da PanoSocial. www.linkedin.com/profile/view?id=AAkAAAfukq4BR9ugiN2vaJmgoXiKy7bbnZEbVRA Luzia Fernandes - Bacharel em Marketing pela UNIP, com experiência de 16 anos no mercado têxtil. Trabalhou tanto em empresas grandes e médias como em microempresas. Pelos trabalhos desenvolvidos para marcas como Zoomp Confecções S A. - Zoomp e Zapping, Spezzato e Spezzato Teen, MOB, Chilli Beans, Cavalera e [sept.is], entre outras; trabalhos para agências como Esquerda Comunicação, Grupo Vegas, produção executiva e campanhas para LOUIS VUITTON, São Paulo Fashion Week, Vogue Fashion's Night; apresenta larga experiência no mercado, conhecendo necessidades da indústria, produção e mercado de consumo. Responsável comercial da empresa PanoSocial Equipe do projeto: Emerson Ferreira (egresso do sistema prisional) - estudante de psicologia. Seleção e apoio psicológico aos aprendizes. Tais F. Bêrtollim - é gestora cultural com Master Degree pela Universidad Carlos III de Madrid, atua como Freelancer na elaboração e produção de projetos artísticos e culturais. Fotografa formada pela Escuela EFTI de Fotografia de Madrid, trabalha em paralelo em seus projetos autorais e ministra cursos de técnica alternativa de fotografia em diferentes oficinas como SESC. Neste projeto irá coordenar as oficinas. Necessidades: Equipe em avaliação: Corpo docente, assistente social, coordenador de produção, auxiliar técnico e serviços, entre outros, estão em análise pela equipe fixa do projeto. Alguns parceiros do projeto como Grupo Cultural AfroReggae - Segunda Chance, Instituto Meio, Escola São Paulo e simpatizantes, empresas ou organizações que não estão na cadeia direta do projeto, mas apresentam complementaridade/sinergia - estão sendo convidados como parte integrante do conselho, e futuras parcerias. Instituições, institutos, organizações, escolas, ONG's e OSCIPs como: IDDD - Institudo de Desfesa do Direito de Defesa FUNAP - Fundação "Prof. Dr. Manoel Pedro Pimentel" Senac, Senai, Sesi, Fatecs, entre outros. O CEATS - Centro de Empreendedorismo e Administração do Terceiro Setor - FEA/USP por exemplo, esta acompanhando e apoiando nosso projeto, em um estudo para empreendorismo social, onde estamos desenvolvendo um trabalho de teorias de mudança e desenvolvimento para que se possa medir o impacto social do nosso projeto. A Professora que mentora as alunas que participam deste trabalho entre PanoSocial e Bemtevi ( empresa de investidores social que desenvolve um trabalho para investimento da PanoSocial como empresa) é a Profa. Graziella Comini Alunas: Nadir França -  aluna do doutorado em administração (nadir.franca@usp.br / 95905-6052) Ana Carolina Siqueira - aluna do mestrado em administração (carolinafesiqueira@gmail.com / 61 98144-0011) https://br.linkedin.com/in/graziella-comini-30638b19 https://uspdigital.usp.br/tycho/CurriculoLattesMostrar?codpub=17A19965B091
Cadeia de valor: Onde seu trabalho se encaixa na cadeia têxtil? [selecione todas que se aplicarem]

Manufatura.

Sua função: Qual é a sua relação com a indústria têxtil? [selecione todas que se aplicarem]

Designer, Fornecedor - contratante, Fornecedor - subcontratante, Outros [especificar].

Grupo alvo: Com quais grupos de atores da indústria têxtil você se envolve ou capacita por meio de seu trabalho? [selecionar todas que se apliquem]

Marcas, Corporações, Designers, Agricultor(a) ou Representante de Associação de Agricultores, Trabalhadores de fábrica, Fornecedor - contratante, Empresas comerciais, Mulheres, Jovens, Outros [especificar].

Foco de Intervenção: O que você está tentando alcançar/influenciar? [selecionar todas que se aplicarem]

Acesso a Serviços Essenciais (como cuidados médicos e educação), Acesso a Finanças, Acesso a Serviços de Proteção Social (como Seguro, Pensão, etc.), Responsabilidade, Consumo Consciente, Práticas Ambientalmente Sustentáveis, Direitos Trabalhistas (como Negociação Coletiva, etc.), Igualdade de Gêneros, Contra o trabalho forçado e contra o tráfico humano, Economia de reciclagem ou circular, Condições Físicas de Trabalho, Transparência, Outro [especificar].

Instrumento para mudança: Selecione até 3 maneiras em que seu trabalho está ajudando a transformar a indústria.

Desenvolvimento de Capacidades, Mídia, Treinamento.

Seu projeto tem como objetivo solucionar algum dos seguintes obstáculos chave?

Escondido da vista: Condições em florestas, fazendas e fábricas só são visíveis para poucos, Um trabalho não é suficiente: Trabalhadores com baixa renda não conseguem garantir seu bem estar de longo prazo, Consumidores não estão motivados a se importar: Não há razões convincentes ou maneiras fáceis para mudar os hábitos dos consumidores, A sustentabilidade ainda não está no DNA: O modelo atual de moda rápida desincentiva economias impulsionadas por valor.

Seu projeto utiliza algum dos princípios de design inovadores abaixo?

Ativar o conhecimento local para impulsionar soluções: Criar oportunidades para trabalhadores se tornarem líderes, Mudar negócios habituais: Identificar atores-chave que possam influenciar o resultado final, Transformar a cadeia em uma rede: Conectar setores improváveis que abram novos caminhos para a sustentabilidade.

Inspiração para a inovação: Quando você pensou em seu projeto pela primeira vez, você pensou nele como aplicável à indústria têxtil?

sim

Se você respondeu 'não' na pergunta anterior, seu projeto originalmente tinha o objetivo de transformar qual indústria?

Replicando na indústria têxtil: Se inicialmente o seu projeto não era direcionado para a indústria têxtil, como você o está personalizando especificamente para direcioná-lo agora?
Você está cultivando ou inspirando outras pessoas a serem agentes de transformação? Se sim, como?

sim, sendo exemplo e apontando novos caminhos para a ressocializaçao e produçao sustentável textil

Conte sobre as parcerias que te ajudam a melhorar sua abordagem. Como você colaborou com outros atores na indústria para aumentar seu impacto?

Nossas parcerias citadas acima nos ajudam a ganhar mais corpo e as oficinas parceiras tem demostrado abertura as nossas ideias.